Terça, 09 Março 2021 | Login
Terça-feira, 9 de Março 2021
8:00:36am
Confira os gabaritos oficiais dos dois dias de prova do Enem

Confira os gabaritos oficiais dos dois dias de prova do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) divulgou nesta quarta-feira, 27, o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. As respostas estão disponíveis no portal do Inep. A versão impressa do exame foi aplicada nos últimos dois domingos, 17 e 24 de janeiro. As notas finais de todos os candidatos do Enem 2020, seguindo a Teoria de Resposta ao Item (TRI), serão disponibilizadas em 29 de março.

Para os participantes que fizeram as videoprovas em Libras, as questões estão disponíveis no canal do Inep no YouTube. Os gabaritos das videoprovas também podem ser acessados em arquivo PDF, pelo portal do Inep ou aplicativo do Enem.

Ao conferir as respostas, é importante que o candidato atente-se ao gabarito que corresponde à cor de sua prova. Na correção oficial, feita pelo Inep, o estudante que preencheu incorretamente a cor do caderno de questões não será prejudicado, de acordo com o instituto.

O Enem conta com 180 questões de múltipla escolha nas áreas de Ciências Humanas, Linguagens, Ciências da Natureza e Matemática, e uma redação dissertativa. Nesta edição, a Redação teve como tema "O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira".


Questões anuladas
Duas questões do segundo dia de provas foram anuladas: uma na prova de Ciências da Natureza e outra na de Matemática. A anulação das questões não interfere na nota do estudante, uma vez que o cálculo segue o modelo TRI.

As questões anuladas, de acordo com a cor do caderno de questões, ficam assim:

Ciências da Natureza e suas Tecnologias:


Caderno 5 - Amarelo - Questão 114

Caderno 6 - Cinza - Questão 129

Caderno 7 - Azul - Questão 135


Caderno 8 - Rosa - Questão 94

Caderno 11 - Laranja - Questão 94

Caderno 12 - Verde - Questão 94


Matemática e suas Tecnologias:

Caderno 5 - Amarelo - Questão 141

Caderno 6 - Cinza - Questão 156

Caderno 7 - Azul - Questão 157

Caderno 8 - Azul - Questão 143

Caderno 11 - Laranja - Questão 143

Caderno 12 - Verde - Questão 94

Teoria de Resposta ao Item (TRI)
O número de acertos feito pelo candidato não equivale à sua nota final. Na correção do Enem, o Inep utiliza uma modelagem estatística que busca evitar ‘chutes’ nas respostas. A Teoria de Resposta ao Item (TRI), usada na correção, leva em conta a coerência nas respostas do aplicante.

Uma prova é considerada mais coerente quando o candidato acerta questões fáceis e erra difíceis do que o oposto – quando erra questões fáceis, mas acerta as difíceis. Desse modo, dois estudantes que acertam o mesmo número de questões podem ter notas distintas.

Enem 2020
No próximo domingo, 31, quase 100 mil candidatos farão a primeira edição do Enem Digital. A aplicação do exame ocorre em locais de prova determinados pelo Inep.

A edição impressa do Enem contou com uma abstenção recorde de 55,3% – mais de 3 milhões de inscritos não compareceram. Candidatos que se sentiram prejudicados por problemas logísticos, como os que foram impedidos de realizar o exame por superlotação das salas, ou que tiveram doenças infectocontagiosas, como a covid-19, podem solicitar reaplicação do exame até esta sexta-feira, 29.

A reaplicação do Enem 2020 está prevista para ocorrer nos dias 23 e 24 de fevereiro. Na mesma data, o exame será aplicado para candidatos do Amazonas e de dois municípios de Rondônia, Espigão d’Oeste e Rolim de Moura, onde o Enem foi adiado por causa da crise sanitária. O Enem PPL, para Pessoas Privadas de Liberdade, também será nesses dias.

Itens relacionados (por tag)

  • Governo deve renovar MP 936, da suspensão dos contratos e redução da jornada

    Com a segunda onda de covid-19, o governo deve voltar a adotar algumas medidas aplicadas no ano passado. Segundo O Globo, uma delas deve ser a renovação dos acordos de redução salarial e suspensão dos contratos de trabalho por prazo máximo de quatro meses nos moldes da MP 936.

    Outras medidas para aliviar a situação das empresas serão a autorização para negociar com seus empregados acordos para antecipar férias individuais, férias coletivas, banco de horas e home office. Esses tipos de acordos estavam previstos na medida provisória (MP) 927, editada em março de 2020.

    A União entraria com a contrapartida para complementar a renda dos trabalhadores que tiverem redução de jornada e salários, bem como contratos de trabalho suspensos.

    A ideia seria repetir também os parâmetros da MP 936. Editada em abril de 2020, a regra autorizou redução salarial de 25%, 50% e 70% por meio de acordos individuais, além de suspensão do contrato por prazo de até nove meses, considerando as prorrogações.

  • Inscrições para o Sisu serão de 6 a 9 de abril

    As inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em seu primeiro semestre, ocorrerão de 6 a 9 de abril. O resultado será divulgado em 13 de abril, segundo informações do Ministério da Educação (MEC). As inscrições serão feitas pela página do Sisu na internet.

    Os selecionados terão de 14 a 19 de abril para efetuar a matrícula ou o registro acadêmico na instituição de ensino para a qual o candidato tenha sido selecionado. Quem não for selecionado na chamada única do Sisu poderá disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. O prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera será de 13 a 19 de abril.

    Para participar do Sisu, o estudante deverá ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2020, obtido nota superior a zero na prova de redação, e não pode ter participado do Enem na condição de treineiro.

    O Sisu é o programa do MEC para acesso de brasileiros a cursos de graduação em universidades públicas do país. As vagas são abertas semestralmente, por meio de um sistema informatizado, e para participar é preciso ter garantido um bom desempenho nas provas do Enem e não ter zerado a redação.

    Além do Sisu, as notas do Enem podem ser usadas para acessar o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições privadas, e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que facilita o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior.

     

  • Petrobras anuncia novos preços para gasolina, diesel e gás de cozinha

    Em linha com a alta do preço do petróleo no mercado internacional, a Petrobras anunciou nesta segunda-feira, 8, mais um aumento para seus produtos, que vigoram a partir da terça-feira, 9, nas refinarias da empresa. O diesel vai subir R$ 0,13 por litro, para R$ 2,24 por litro; a gasolina passará a custar R$ 2,25 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,17 por litro, e o gás de cozinha terá aumento de médio de R$ 0,14 por kg (equivalente a R$ 1,81 por 13kg).

    O petróleo tipo Brent opera em alta nesta segunda-feira, chegando a tocar os US$ 60 o barril, dando prosseguimento ao otimismo da semana passada, diante de perspectivas de melhora da economia com a reabertura de alguns mercados e estímulos do governo norte-americano.

    "Importante ressaltar que os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo. Até chegar ao consumidor, são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis", informou a Petrobras, estatal que está sob pressão diante da necessidade de aumentar seus produtos ao mesmo tempo em que existe ameaça de greve dos caminhoneiros pela alta do diesel.

    Na sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro acenou com a possibilidade de mudar a forma de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) pelos Estados para amenizar a alta dos combustíveis, que também tem sido motivo de aumento de inflação, levando o mercado a prever uma possível alta na taxa de juros.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Ad2