Terça, 24 Maio 2022 | Login
STT apresenta cronograma de ações para o Maio Amarelo

STT apresenta cronograma de ações para o Maio Amarelo

Com o objetivo de promover uma reflexão na sociedade para que haja uma redução no número de acidentes de trânsito, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), realiza durante todo o mês de maio diversas ações de conscientização de segurança no trânsito, marcando de forma efetiva a participação do município na Campanha do Maio Amarelo 2022.

Neste ano, o movimento internacional trouxe o tema “Juntos Salvamos Vidas” e nessa perspectiva, a STT, comprometida com a preservação da vida e do meio ambiente, conforme o Art. 1º, §5º, da lei Federal 9.503/1.997, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), intensificará as ações habitualmente desenvolvidas, promovendo atividades direcionadas à sensibilização de pedestres, ciclistas e condutores.

Como destaque entre as diversas atividades, a autarquia apresenta o 2º Seminário de Segurança Viária, que acontecerá no dia 25 de maio, no plenário da Câmara Municipal de Camaçari, das 8h às 13h. A ideia é que seja feita a promoção de debates em prol do aprimoramento de ações integradas entre a STT, sociedade civil organizada e alguns dos órgãos federais, estaduais e municipais que compõem o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP).

Os interessados em participar do evento, devem realizar a inscrição por meio do endereço eletrônico maioamarelostt.ga. Ao fazer o acesso, basta clicar no link “inscreva-se” e preencher todas as informações solicitadas no formulário. As vagas são limitadas à capacidade do auditório da Câmara.

A superintendência ainda promoverá ações contínuas e direcionadas ao desenvolvimento de uma postura preventiva no trânsito. A STT realizará a Operação Calçada Limpa, a iniciativa visa orientar condutores a estacionar corretamente, deixando as calçadas livres para os pedestres, além de orientá-los no que tange ao respeito às ciclovias. Para tanto, viaturas e agentes estarão posicionados na Rua Francisco Drumond, e nas avenidas 28 de Setembro, Dr.º Manoel Mercês e Tiradentes, esta última, localizada em Vila de Abrantes.

Durante as atividades da campanha, também está programada a Operação Semáforo. Na oportunidade, viaturas e agentes estarão posicionados nos seguintes cruzamentos: (período matutino) Costa Pinto X Adelina de Sá; Adelina de Sá X Rua Duque de Caxias; e Rua Francisco Drummond X Avenida Deputado Luís Eduardo Magalhães; (período vespertino) Rua Duque de Caxias X Avenida Dr.º Manoel Mercês; Rua da Bandeira X Avenida Rio Camaçari, na Praça João Ramos Coroa, conhecida popularmente como “Praça dos 46”.

A proposta da Operação Semáforo é demonstrar à população o papel imprescindível que o órgão desenvolve sempre que há um acidente, desde a sinalização da via, que visa a proteção da vítima e evitar outros acidentes, ao monitorando da situação até que chegue o serviço de saúde especializado. Ainda para esta ação, serão realizadas abordagens aos condutores durante o período em que o semáforo estiver fechado para passagem de veículos, com orientação aos motoristas e entrega de panfletos educativos.

Com foco e atenção voltada à segurança dos estudantes, acontecerá a Operação Os Caminhos da Escola, que promoverá ciclo de palestras educativas em escolas do município, ministradas por agentes da Polícia Rodoviária Federal, em parceria com colaboradores da STT. Nesta ação, serão feitas intervenções na travessia de pedestres, para que alunos e transeuntes em geral sejam priorizados, assim que precisarem utilizar a faixa de pedestre. A superintendência realizará também uma Blitz Educativa, em parceria com órgão Federal.

A STT destaca que toda programação é voltada para a conscientização das pessoas quanto ao alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Vale esclarecer, que o Maio Amarelo envolve os segmentos governamentais, empresariais, associações, federações, entidades de classe e sociedade civil, e foi instaurado em 11 de maio de 2011, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O mês tornou-se referência para o balanço das ações que o mundo inteiro realiza, e a cor amarela foi utilizada por significar atenção, sinalização e advertência nas regras de trânsito.

Itens relacionados (por tag)

  • Via Parafuso segue com pista bloqueada após tombamento de caminhão carregado de amônia

    Um caminhão tanque transportando amônia tombou na altura do km 00 da BA-535 (Via Parafuso), nesta quinta-feira (19), por volta das 4h, sentido Polo Petroquímico, na rotatória da saída do Canal de Tráfego em Camaçari. De acordo com a Concessionária Bahia Norte, responsável pela administração da via, o condutor do veículo teve ferimentos leves e foi atendido pela equipe médica da concessionária.

    O caminhão pertence a transportadora Trelsa e estava seguindo para descarregar na Unigel. O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou que não houve vazamento do produto químico. A pista segue totalmente bloqueada até que seja feito o transbordo do produto e a retirada do caminhão.

    Enquanto durar a operação, a Bahia Norte orienta que os motoristas sigam pela Rua Eteno, dentro do Polo Petroquímico ou utilizem a BA-093. A Polícia Militar Rodoviária (PMRV) também está no local, monitorando a operação.

  • Secretaria de Educação inicia oferta de Oficina de Libras nas escolas municipais onde há alunos surdos

    Garantir a inclusão social através da extensão da oferta do ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) para todos os alunos das turmas onde há estudantes surdos. Foi com esse objetivo que a Secretaria da Educação (Seduc), por meio da Coordenação de Inclusão Educacional, iniciou nesta quarta-feira (18/5), a Oficina “Libra em Sala”.

    De acordo com a secretária da Educação, Neurilene Martins, a concepção de ações dessa natureza parte da percepção das necessidades reais dos alunos da rede. “A educação é para todos, como estabelece a Constituição Federal. A Oficina Libras em Sala existe nessa perspectiva e, por isso, passa a compor o conjunto de iniciativas exitosas concebidas pela inteligência da rede, no sentido de garantir a inclusão efetiva dos nossos alunos”.

    A primeira unidade contemplada foi a Escola Municipal Santa Maria, mais especificamente a turma do 4º ano, da qual a estudante surda Angélica Bastos, de 12 anos, faz parte. Com a intermediação da professora Roseli Cruz, que ministra a oficina, a aluna manifestou sua alegria em ver a turma mobilizada para aprender Libras e interagir melhor com ela. “Estou gostando de aprender cada vez mais a Língua Brasileira de Sinais e muito feliz porque meus colegas vão aprender também”, disse Angélica.

    Uma das colegas mais próximas de Angélica é a aluna Samilly Suelen Silva, 10 anos. “Eu ainda não sei muito de Libras, mas a gente já consegue se entender. Agora só vai melhorar. Ela é legal, engraçada e muito importante pra mim”, descreveu. O sentimento de união é compartilhado com os demais estudantes, como demonstra o aluno Breno Silva, 9 anos. “É uma experiência muito importante, além de ser um aprendizado muito útil. Todos nós sempre protegemos e cuidamos da nossa colega Angélica”, afirmou.

    Roseli Cruz explica que essa é a estreia de uma iniciativa que será contínua e estendida progressivamente para as demais turmas onde há estudantes surdos em todas as escolas da rede pública municipal. “Já definimos a data e o local da próxima oficina. No dia 31 de maio, estaremos com uma turma do 8º ano da Escola Municipal Denise Tavares”, revelou.

    A professora também conduz as visitas técnicas para diagnóstico de aprendizagem nas escolas e encaminha os alunos surdos tanto para o Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie), onde aprendem e aperfeiçoam o uso da Libras com a professora Izabel Vasconcelos, quanto para a sala multifuncional da Escola Municipal Professora Ilda Leal Ulm da Silva – Caic, onde há o ensino de português como segunda língua para os surdos, com aulas conduzidas pela professora de Português e Libras, Gessivalda Costa.

  • Pedágios das BRs 116 e 324 têm novo valor a partir desta quinta (19)

    Quem passar pelos pedágios das BRs 116 e 324, a partir desta quinta-feira, 19, vão se deparar com os novos valores praticados.

    Nas praças P1 e P2 (ambas na BR-324), por exemplo, a tarifa vai custar R$ 2,90 – antes, R$ 2,40. Já no caso das praças P3, P4, P5, P6 e P7 (BR-116), o valor aplicado será de R$ 5,10 – antes, R$ 4,30.

    A mudança no valor veio após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), da última quarta-feira, 11.

    Na deliberação, o presidente da Corte, ministro Humberto Martins, foi em sentido contrário a uma decisão favorável à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que permitia a redução do valor do pedágio.

    Em nota enviada ao G1, a autarquia federal informou que vai analisar o teor da decisão, quando for notificada, e irá se manifestar perante o STJ.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.